Arquivo | janeiro 2002

Você sabia que não existe um padrão de formato para os DVDs como o existente para os CDs? Pois é, a tabelinha abaixo apresenta todas as diferenças entre os formatos existentes hoje e que brigam para virar padrão.

DVD – formatos
Entenda os formatos de DVD existentes no mercado (ainda não há um formato padrão, portanto é bom se informar).
Formato Função
DVD-ROM Apenas lê .
DVD-R Grava uma vez. Filmes podem ser rodados na maioria dos tocadores de DVD domésticos recentes.
DVD-RAM Grava, apaga inúmeras vezes. Melhor usado para armazenamento de dados. Filmes gravados não podem ser tocados na maioria dos tocadores de DVD domésticos.
DVD-RW Grava, apaga inúmeras vezes. Principalmente para filmes. Compatível com a maioria dos tocadores de DVD domésticos recentes.
DVD+RW Grava, apaga inúmeras vezes. Para armazenamento de dados ou filmes. Compatível com a maioria dos tocadores de DVD domésticos recentes.

Neste final de manhã de terça-feira, estou aqui baixando algumas MP3, coisa que não fazia há muito tempo.
Mas desta vez não vou marcar: todos esses arquivos vão para o HD do micro velho. Tenho medo que o Windows XP dê pau novamente e me faça perder tudo de novo.
Ah, ainda sobre MP3: baixei uma música que sempre quis ter. A versão de Águas de Março com David Byrne e Marisa Monte. E também peguei a clássica com a Elis Regina e o Tom Jobim.
This tuesday is full of music!

Tcharammm! Está pronta a home do meu blog. Não quero mexer nela por muuuuuito tempo.
Está excelente assim!

Você pode encontrar o blogBuddy no Sourceforge.net, creio que o melhor e mais famoso site de aplicações open-source.

E tem mais: está indisponível também o template. Ou seja, não dá para editar nada se você não tiver o blogBuddy ou algum programa similar.

Sinistro! O botão Publish do Blogger simplesmente foi substituído por uma mensagem informando que o botão não está disponível. E a home do site não diz mais nada.
O que será que houve com o sistema?

Lembram-se do Blogus Dei? Então, um dos criados explica porque ele acabou repentinamente.

A relatividade explicada de forma simples pelo próprio Einstein.

Ainda nas novidades (tudo bem, não deveria ter considerado minha volta uma novidade…), informações vazadas da Apple para a Time canadense e divulgadas pela Cora Rónai revelam fotos do iMac II, que, como falou o Mario AV, parece e tem fortes evidências de ter sido baseado no mascote-logotipo da Pixar, a luminária Luxo Jr..
Na semana passada, os dois leitores deste blog devem se lembrar que falei do iWalk, cujas fotos podem ser vistas no blog do meu amigo André, o Flexero.
Se toda semana houve lançamentos e anúncios como esses, eu seria mais empolgado. Liga não, coisa de um pretensioso quase-geek.

Segunda-feira cheia de novidades. Voltei do sítio ontem umas 18h. O Wagão, o Rafa e eu tivemos de pegar carona com o Nelson, tio do Rafa, na S10 dele. Viemos na caçamba, escondidos sob a lona do carro até passar pelo portal da Serra da Cantareira, onde há policiais. Até lá, um pouco de sufoco, depois foi show.
O sítio mesmo não foi lá grandes coisas para mim. Cheguei meio podre, fiquei gripado e minha rinite alérgica atacou logo na primeira noite (sexta pra sábado). No sábado, já queria ir embora, mas aguentei firmemente, porque seria uma desfeita com os amigos sair de lá tão cedo, se o combinado era ficar até domingo. O lugar mesmo – chácara Pedacinho de Chão, na alameda das Pitangueiras, que no condomínio “fechado” (que não tem nada de fechado) Morro Verde – não é lá essas coisas. O Cássio e o pessoal que esteve lá outra vez, há quatro anos, disseram que ele já foi melhor e que hoje está mal cuidado. Deu pra perceber. Mato alto, árvores maltradas, casa mezzo suja e deveras empoeirada (aqui está a explicação para a minha rinite ter acordado. Havia muito tempo que não ficava daquele jeito). Por causa do descuido, dava para encontrar aranhas em todos os cômodos da casa. Sei que isso não é grande coisa, mas o número de teias de aranha às vezes pode refletir o nível de limpeza de um ambiente.
Em resumo: gosto mais do sítio da dona Kito, que também fica lá para os lados de Mairiporã, porém mais longe. Tudo bem que ela fica pentelhando, descendo para filar nosso macarrão e o resto da nossa comida, mas temos de dar um desconto: a velhinha oriental até que é gente fina.