Archive | dezembro 2015

Ciclos circulares espiralados e sobrepostos

E acaba e começa mais um ciclo
Mas é tanto ciclo
Que começa e termina
Que termina e começa
Que começa sem terminar
E que termina sem começar
Que já não sei mais
Onde começa um
E quando termina o outro
Não sou otimista
Porque me pergunto:
Será que a vida é isso
Uma eterna roda girando
E a gente se enganando
Que está avançando?
Não, sou otimista – ainda
Porque consigo acreditar
Chicosciencemente
Que quando dou um passo
Já não estou mais no mesmo lugar

 

hamster_na_roda-1550